Segunda-Feira, dia 04 de Fevereiro de 2019
Director - Pe. F. Caetano Tomás
Links Eventos AFAUCSSR Assinar Edições

Fevereiro de 2019

Cantinho Alegre

Que dores de cabeça!
Um mágico trabalhava num navio, fazendo espetáculos para os passageiros. O público era diferente a cada semana, pois o mágico repetia sempre os mesmos truques. O papagaio do capitão via os shows e começava a entender como o mágico fazia os truques. Quando ele entendia um truque, começava a gritar no meio do espetáculo:
- Olha, não olhem para o mesmo chapéu!
- Olha, ele está escondendo as flores debaixo da mesa!
- Hei, porque é que todas as cartas são Ás de Espadas?
O mágico ficava furioso, mas não podia fazer nada. Afinal de contas era o papagaio do capitão. Então, um dia o navio afundou. O mágico acabou agarrado a um pedaço de madeira no meio do mar e por capricho do destino, junto do papagaio. Eles olharam um para o outro com ódio, mas não proferiram palavra alguma. Isto continuou por vários dias. Finalmente, no quinto dia, o papagaio não se conteve e disse:
- Ok, eu desisto! Onde é que enfiaste o navio?


Ferramentas
Chamado às pressas no meio da noite, o médico chega todo cansado à casa de um empresário, cuja esposa estava acamada.
- Com licença - diz ele, expulsando todas as pessoas do quarto. - preciso ficar a sós, com a paciente!
Apreensivo, o marido fica do lado de fora do quarto. Ouve alguns barulhos estranhos, e depois de alguns minutos o médico enfia a cabeça pela porta e pergunta ao marido:
- O senhor tem um alicate?
O marido vai buscar um alicate. A porta torna-se a fechar. Mais barulhos estranhos e alguns minutos depois, novamente a cabeça do médico aparece na soleira da porta:
- O senhor tem uma chave de fendas?
Espantado, o marido vai buscar a chave de fendas. Passam-se mais alguns minutos:
- O senhor tem um serrote?
E o marido, desesperado:
- Serrote? O caso dela é tão grave assim?
- Ainda não sei - explica o médico - não consigo abrir a minha mala!

Quase rico
Entre amigos, um deles desabafa:
- Tenho mesmo quase tudo para ser rico!
- E o que te falta? – pergunta o amigo.
Responde o primeiro:
- Dinheiro!

Procura-se!
Um homem colocou nos classificados:
- Procura-se esposa.
No dia seguinte ele recebeu centenas de cartas. Todas diziam a mesma coisa:
- Pode ficar com a minha!

Mensagens
O meu marido e eu estávamos sentados no sofá. Eu a ver televisão, e ele a mexer no seu telemóvel.
De repente o meu telemóvel, que estava na cozinha, tocou. Levantei-me e fui ver quem era. Era uma mensagem do meu marido:
"Já que estás na cozinha, podes fazer-me umas sandes?"

Retroceder

1

Temas da última edição

O irresponsável

Redacção e Administração:
CASA DE SAÚDE S. RAFAEL
Caixa Postal: 9701-902 Angra do Heroísmo
Telefone: 295204330
Propriedade:
Província Portuguesa da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus - Casa de Saúde S. Rafael
Contribuinte N.º: 500927731
N.º Registo do título: 100460
Director:
Redactores:
Marco Pavão, Mónica Morais e Leonor Brás
Tiragem Bimensal:
1000 exemplares Impresso na Tipografia Moderna - Jaime Cruz - Artes Gráficas, Lda. Angra do Heroísmo


Contador grátis Web Development - Via Oceânica 2009 - Todos os Direitos Reservados Email - cssr.angra@isjd.pt