Segunda-Feira, dia 04 de Fevereiro de 2019
Director - Pe. F. Caetano Tomás
Links Eventos AFAUCSSR Assinar Edições
Como é a minha Terra

Fevereiro de 2019

Como é a minha Terra

MANUEL ADELINO LEAL DE SOUSA
56 anos
Natura da Freguesia da Fonte do Bastardo.

Sr. Manuel, já nos conhecemos há algum tempo… Há quanto tempo está connosco?
Esta Casa recebeu-me em 2008.

Qual a profissão que exercia?
Eu trabalhava na construção civil. Fazia um pouco de tudo, mas sempre preferi a área da cofragem. Trabalhar a madeira era o que eu gostava mais! Trabalhei durante muitos anos nesta área, em diversas empresas por toda a ilha, e também na América.

Esteve na América?
Sim, vivi em Hampton, na Califórnia. Fui para lá com 19 anos, emigrei com toda a minha família: pais e irmãos. Já lá estava um tio meu que “nos mandou chamar”, e lá fomos, em 1980, depois do sismo. Foi lá que aprendi a trabalhar, e fiquei até 2000.

Nessa altura, veio para a Terceira...?
Sim, fui deportado…Era para vir só por 10 anos, já estou há 18… Ficaram lá todos, a minha mãe, os meus irmãos, e o meu pai que entretanto faleceu… Ficaram também os meus filhos.

Tem filhos?
Nunca me casei, mas tenho dois filhos. Nunca falo com eles, já nem sei a idade deles…Devem ter uns trinta e tal. Sei que já casaram, mas nunca mais contataram comigo. E eu já não sofro com isso!

Tem saudades?
Tenho muitas saudades. Falo com a minha mãe de vez em quando e já tentei ir lá de visita. O meu sobrinho casou no ano passado, e eu queria ir, mas é muito difícil.

Fala com frequência, com a sua família nos EUA?
A minha mãe telefona-me muito, a minha irmã também. Mandam-me encomendas com roupa. Lá a roupa é barata e boa, e assim não preciso de comprar nada cá! A minha mãe vem cá de vez em quando, porque ainda temos a casa na Fonte do Bastardo

Mantêm a casa na freguesia? Costuma lá ir?
Eu ia com muita frequência, agora vou quando posso. Vou de urbana e venho de táxi. Vou ver a casa, arejar, ver se entrou água, se está tudo bem. Temos um procurador que tem a chave e trata das coisas, mas eu gosto de ver como está tudo. Aquilo também é meu!

E o que mais faz, quando vai à sua freguesia de origem?
Almoço sempre no restaurante ao pé da igreja, e vejo os meus amigos. Ainda tenho muitos amigos lá. Todos me conhecem e gostam de me ver. Há muito tempo que não vou, vou tratar disso!

E aqui na Casa, onde costuma estar?
Eu tento andar por todo o lado, para variar! Tento ocupar-me, vir ao bar e dar uns passeios. Estou é sempre na mesma unidade, porque não tenho possibilidade de ir para uma residência por causa da minha doença…

Que mensagem gostaria de deixar aos nossos leitores?
A todos um bom ano com muita saúde.


Obrigada!

Retroceder

1

Temas da última edição

O irresponsável

Redacção e Administração:
CASA DE SAÚDE S. RAFAEL
Caixa Postal: 9701-902 Angra do Heroísmo
Telefone: 295204330
Propriedade:
Província Portuguesa da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus - Casa de Saúde S. Rafael
Contribuinte N.º: 500927731
N.º Registo do título: 100460
Director:
Redactores:
Marco Pavão, Mónica Morais e Leonor Brás
Tiragem Bimensal:
1000 exemplares Impresso na Tipografia Moderna - Jaime Cruz - Artes Gráficas, Lda. Angra do Heroísmo


Contador grátis Web Development - Via Oceânica 2009 - Todos os Direitos Reservados Email - cssr.angra@isjd.pt