Terça-Feira, dia 04 de Junho de 2019
Director - Pe. F. Caetano Tomás
Links Eventos AFAUCSSR Assinar Edições
Não tomar os Medicamentos

Abril de 2019

Não tomar os Medicamentos

Uma das situações muito comuns, na doença mental, é a não toma dos medicamentos. Por várias razões a pessoa deixa de tomar, ou nem chega a tomar, os medicamentos que lhe foram receitados. Não sendo uma situação que só acontece no caso de pessoas com doença mental, o abandono da medicação não é de todo aconselhável, e sobretudo em pessoas que sofrem de perturbações mentais.
Uma das razões é porque a pessoa não aceita que está doente. Quando a pessoa reconhece que está doente, quando se sente doente, quando adquire maior consciência da sua doença, então a sua aceitação para o tratamento, acontece.
Há outras razões que devemos ter presentes tais como ideias delirantes, e os efeitos (secundários) da medicação. Tais efeitos são, muitas vezes, difíceis de aceitar, até porque são socialmente apontados a dedo. Falamos da dificuldade em mover-se, ou de falar, ou na inquietação que provoca um constante bailado corporal em pé, difícil de controlar, ou a sonolência, ou o peso corporal, ou os tremores das mãos, ou o babar-se, e outros. Poderá haver, inclusivamente, razões da esfera íntima e afetiva e até mesmo sexual. Razões económicas estão, como sabemos, facilitadas pois os serviços da segurança social apoiam as pessoas em situações de pobreza extrema.
Sejam quais forem as dificuldades para se conseguir que uma pessoa com doença mental aceite tomar medicamentos, usar a estratégia do engano não é aconselhável, pois destrói a confiança necessária para o êxito da necessária intervenção terapêutica futura.

Retroceder

1

Temas da última edição

O irresponsável

Redacção e Administração:
CASA DE SAÚDE S. RAFAEL
Caixa Postal: 9701-902 Angra do Heroísmo
Telefone: 295204330
Propriedade:
Província Portuguesa da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus - Casa de Saúde S. Rafael
Contribuinte N.º: 500927731
N.º Registo do título: 100460
Director:
Redactores:
Marco Pavão, Mónica Morais e Leonor Brás
Tiragem Bimensal:
1000 exemplares Impresso na Tipografia Moderna - Jaime Cruz - Artes Gráficas, Lda. Angra do Heroísmo


Contador grátis Web Development - Via Oceânica 2009 - Todos os Direitos Reservados Email - cssr.angra@isjd.pt